TRATAMENTO DA DOENÇA RENAL CRÔNICA

O primeiro passo no tratamento da DRC é determinar a causa. Algumas causas são reversíveis, como o uso de medicamentos que prejudicam os rins,  cálculos que obstruem o trato urinário ou a diminuição do fluxo sanguíneo para os rins, como  pressão arterial baixa. O tratamento de causas reversíveis pode impedir que a doença se agrave.
Pesquisar mostram  que o manejo da DRC é melhor feito com a assistência de um nefrologista, o médico especializado em doenças renais. O encaminhamento precoce a um nefrologista diminui a chance de desenvolver complicações associadas à DRC.

Tratamento das complicações da doença renal: 
#  Hipertensão arterial: está presente em 80 a 85 %  das pessoas com doenças renais.

Manter um bom controle da pressão arterial é o objetivo mais importante para tentar proteger seus rins.

Determinados medicamentos anti-hipetensivos podem ,inclusive, diminuir  os níveis de proteína na urina e a progressão da doença renal . Às vezes, um diurético também é adicionado. Você pode ser solicitado a medir sua pressão arterial em casa para ter certeza de que ela está bem controlada.

#  Anemia – Pessoas com DRC estão em risco de anemia. A anemia pode levar a cansaço e sonolência.

Isso ocorre porque os rins doentes  produzem quantidades reduzidas de um hormônio, a eritropoietina.

Pacientes selecionados podem ser tratados com drogas que estimulam a produção de glóbulos vermelhos (eritropoetina ou alfapoetina).  Em alguns casos, suplementos de ferro também são prescritos.

#   Potássio – Algumas pessoas com DRC desenvolvem um nível elevado de potássio no sangue, o que pode interferir na função das células. Medidas para prevenir altos níveis de potássio são recomendadas, incluindo uma dieta com baixo teor de potássio e a suspensão de medicamentos que elevam os níveis de potássio.

#   Fósforo – O fosfato é um mineral que ajuda a manter os ossos saudáveis.  Conforme a doença progride, altos níveis de fósforo no sangue podem se desenvolver. Isso geralmente é tratado com medicamentos que impedem o fósforo  dos alimento de serem absorvido no intestino. Restrições dietéticas de fosfato também são recomendadas, como cereais, derivados do leite, carnes, entre outros.

#   Colesterol e triglicérides – Os níveis elevados de colesterol e triglicérides são comuns em pessoas com doença renal. Os triglicerídeos têm sido associados a um risco aumentado de doença arterial coronariana, que pode levar ao  infarto cardíaco.
Os tratamentos para reduzir o risco de doenças do coração são geralmente recomendados, incluindo restrição de gorduras ruins da dieta, medicações para triglicérides e colesterol, suspensão do tabagismo e controle do açúcar no sangue em pessoas com diabetes.

 

Fonte: Up to date 2019

4 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *